Featured Translations - Traducciones Destacadas - Traduções Em Destaque

Tuesday, May 31, 2016

Obesity And Hunger

ENGLISH INTO PORTUGUESE.

Relatório Global: Os problemas de saúde provocados pela obesidade agora superam os problemas provocados pela fome.

Fonte: Danielle Dellorto CNN

A obesidade já é uma crise de saúde global com extensões bem maiores do que os impactos da fome. E a principal causa de incapacidade em todo o mundo, de acordo com um novo relatório publicado em dez/2012 na revista médica britânica The Lancet. 

Cerca de 500 pesquisadores de 50 países compararam dados de saúde desde 1990 até 2010 no relatório “Global Burden of Disease”, revelando o que eles chamam de uma grande mudança global nas tendências da saúde.

"Foi comprovado que houve uma grande mudança na mortalidade. Crianças que morriam de doenças infecciosas agora estão indo muito bem graças às técnicas de imunização", disse Ali Mokdad, co-autor do estudo e professor de saúde global do Instituto de Metrologia da Saúde e Avaliação da Universidade de Washington, que liderou o projeto colaborativo. 

"Não obstante, o mundo agora é obeso e estamos recebendo este impacto."

A Diabetes está provocando uma crise de saúde no México.
No Kuwait encontram-se as pessoas mais obesas do mundo.
Os problemas do coração são caros.
Os conhecimentos sobre a obesidade deixam envergonhados aos pais.

O relatório revelou que cada país, com exceção daqueles da região sub-saariana, apresentam taxas de obesidade alarmantes: Aumento da obesidade global de 82%, durante as últimas duas decadas. Os países do Oriente Médio estão mais obesos do que nunca, apresentando um aumento na obesidade de 100% a partir de 1990.

"O chamado estilo de vida ocidental está sendo adotado em todo o mundo, e os impactos são iguais em todas partes", disse Mokdad.De acordo com o relatório, os problemas de saúde provocados pelos  elevados índices de massa corporal agora superam os problemas provocados pela fome. 

Pela primeira vez, as doenças não transmissíveis (DNT), como o acidente vascular cerebral (AVC), a diabetes e as doenças do coração estão no topo da lista das doenças que causam longos anos de sofrimento nas pessoas. Já é tempo de tratar desta epidemia mundial causada pela negligência. 

O professor Mokdad disse: "Todos esses problemas estão ligados à obesidade". "Estamos vendo inclusive uma grande porcentagem de pessoas que agora sofrem dores nas costas. Se pudéssemos reduzir as taxas de obesidade, veríamos a diminução do número de doenças não transmissíveis e também a diminuição destas dores."


As pessoas estão vivendo mais tempo do que o previsto em 1990 - em média, 10,7 anos a mais para os homens, e 12,6 anos a mais para as mulheres. Mas, para muitos deles, a qualidade de vida durante esses anos não é boa. De acordo com o estudo, em média, as pessoas ficam atormentadas por doenças ou dores durante os seus últimos 14 anos de vida. Que ironia: ganha-se 10-12 anos, mas perde-se 14 em qualidade de vida...

ENGLISH
Obesity and Hunger

Global report: Obesity bigger health crisis than hunger.

Source:Danielle Dellorto, CNN.

Obesity is a bigger health crisis globally than hunger, and the leading cause of disabilities around the world, according to a new report published Thursday in the British medical journal The Lancet.

Nearly 500 researchers from 50 countries compared health data from 1990 through 2010 for the Global Burden of Disease report, revealing what they call a massive shift in global health trends.

"We discovered that there's been a huge shift in mortality. Kids who used to die from infectious disease are now doing extremely well with immunization," said Ali Mokdad, co-author of the study and professor of global health at the Institute for Health Metrics and Evaluation at the University of Washington, which led the collaborative project.

"However, the world is now obese and we're seeing the impact of that."

Diabetes a health crisis in Mexico
Kuwaitis: The world's fattest people?
Heart problems are expensive
Anti-obesity ads shame overweight parents

The report revealed that every country, with the exception of those in sub-Saharan Africa, faces alarming obesity rates -- an increase of 82% globally in the past two decades. Middle Eastern countries are more obese than ever, seeing a 100% increase since 1990.

"The so-called 'Western lifestyle' is being adapted all around the world, and the impacts are all the same," Mokdad said. The health burden from high body mass indexes now exceeds that due to hunger, according to the report.

And for the first time, non communicable diseases like diabetes, stroke and heart disease top the list of leading causes of years spent sick or injured. Time to address a neglected global epidemic

"All these problems are tied to obesity," Mokdad said. "We're even seeing a large percentage of people suffering back pain now. If we could lower the obesity rates, we'd see the numbers of noncommunicable diseases and pain decrease as well."

People are living longer than projected in 1990 -- on average, 10.7 more years for men, and 12.6 more years for women. But for many of them, the quality of life during those years is not good. On average, people are plagued by illness or pain during the last 14 years of life, according to the study.